Apesar de ser bastante comum, o sangramento gengival é uma forma que o nosso corpo encontra para avisar que algo não vai bem com a nossa saúde bucal. Já aconteceu de você estar comendo uma maçã ou escovando os dentes, por exemplo, e notar um pequeno sangramento na sua gengiva?Então é muito importante ficar atento: isso pode significar que a sua gengiva está inflamada. Entenda melhor!

O que causa sangramento na gengiva

O sangramento gengival jamais deve ser ignorado. Ele é o sintoma mais comum da gengivite, inflamação que acomete a região da gengiva – e que atinge grande parte da população mundial. Além da presença de sangue, também é comum ocorrer:

  • alteração na cor da gengiva (vermelhidão);
  • dor;
  • e até mesmo inchaço!

A gengivite é causada pelo acúmulo excessivo de placa bacteriana ao redor dos dentes, produzida pela saliva e restos de alimentos que não são devidamente eliminados durante a escovação. Resumindo: a inflamação ocorre por causa da má higiene bucal.

O problema é que, além de ser bastante incômoda, essa inflamação acaba agindo como porta de entrada para microorganismos que invadem o nosso corpo e podem, inclusive, agravar doenças cardíacas e respiratórias.

O que fazer em caso de sangramento gengival?

Se você estiver escovando os dentes ou passando o fio dental e notar algum sangramento, é importante que você não suspenda o uso. Afinal, a higiene bucal é a principal forma de combater a formação da placa bacteriana! Normalmente, após alguns dias de escovação, o sangramento deve parar.

Mas fique alerta: se você identificar sangramento com frequência na sua gengiva, principalmente se associado a outros sintomas, é necessário procurar um dentista, de preferência um especialista em periodontia!

Como é realizado o tratamento

Durante a consulta, o profissional irá realizar exames para determinar a origem do sangramento e poder indicar o procedimento mais adequado. O tratamento vai depender da extensão e da gravidade do caso de cada paciente.

Em geral, os procedimentos podem envolve limpezas realizadas pelo profissional, além da utilização de bochechos com enxaguatórios bucais ou medicações em forma de soluções para bochecho. É comum que o dentista também oriente o paciente sobre a forma correta de escovar os dentes e utilizar o fio dental, para evitar problemas futuros.

Portanto, lembre-se: sangramento na gengiva não é normal e deve sempre ser investigado. Ao primeiro sinal de anormalidade nas gengivas, marque uma consulta com um profissional de confiança!

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário abaixo ou entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *